terça-feira, 15 de agosto de 2017

Resenha: Cortiço, do Naturalismo


Para ser sincera não li o livro inteiro, acabei lendo o livro através de resumos por capitulo. Ao ler encontrei muitas palavras complicadas que nunca li e tive dificuldade na leitura por este motivo. Apesar de procurar no Google no minimo 5 palavras por pagina, é um bom livro.

O livro todo resumido a baixo = spoiler

A historia se passa em pleno seculo 19, sendo o protagonista o João Romão, um português que conseguiu um mercado no qual trabalhava desde jovem, no qual o seu chefe voltou para Portugal e lhe deu o mercado. Desde então, João Romão faz de tudo para enriquecer e gasta quase nada para continuar acumulando mais dinheiro.

O João usa todos os recursos para atingir a sua ambição e acaba enganando a escrava Bertoleza com a carta de alforria (falsa). No começo, ele era amigo e fazia a sua contabilidade e depois fez uma falsa carta de alforria para ela ser a sua escrava e amante (na época já tinha acabado a escravidão, para consta).

Com o dinheiro de Bertoleza e suas economias, ele comprou terrenos em volta de sua loja e roubava material de construção a noite com a ajuda da amante. Assim, ele construiu o Cortiço.

Depois surgiu Miranda, um burgues, com um casamento infeliz com Dona Estrela e uma filha na qual nenhum dos dois ligava. O Miranda se casou para conseguir dinheiro, ao contrario do Romão que "conquistou" e por isso tinha muita inveja dele. Quando Miranda recebe o título de barão, João Romão entende que não basta ganhar dinheiro, é necessário também ostentar uma posição social reconhecida e fica amigo do burgues.

Também aparecem outros personagens durante o livro que vivem no Cortiço. Como o Jerônimo, um português trabalhador, casado e trabalha para o João Romão, mas conhece Rita Baiana e foge com ela. Também tem a Pombinha, uma menina meiga, que escrevia cartas para quem lhe pedia, ainda não tinha menstruado e só poderia se casar quando menstruar. Uma amiga da família, era prostituta de luxo e resolveu o problema da menina transando com ela. Resultado: ela se casou e virou prostituta.

Ao longo da historia, acontece uma briga dentro do Cortiço e ele acaba pegando fogo. Apos o incidente, Romão transforma o Cortiço em uma vila com casas luxuosas. Romão é comprometido para se casar com a filha de Miranda, mas precisa se livrar de Bertoleza antes.

Romão denuncia aos donos de Bertoleza onde havia fugido e ela se mata com uma faca de peixe.

O livro contem traços do Naturalismo:

- A mulher descrita em forma de animal (zoomorfismo)- Ex: dança de Rita Baiana e sexo da Pombinha

- Determinismo (Raça, meio e lugar)- Ex: Branco ou negro, classe social baixa ou media ou alta e lugar de certa classe social e estes itens influencia nas escolhas do individuo. Como: Jeronimo, homem trabalhador em Portugal vive a influencia brasileira e torna-se preguiçoso e trai a mulher.

- Romance de tese- cortiço é um lugar de experiencia e cada personagem são ratos de laboratório, quer provar que o determinismo influencia.

- Não se considera uma escola literária, se diz Realismo- Naturalismo

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Playlist: Volta as aulas

Deve estar pensando: "aff terei aula amanha, após estas boas ferias, ver os mesmos rostos e acordar cedo", mas quando chega há uma animação por ver os amigos, imaginam como será o ano e conversam sobre como foram as ferias. Parece magico, até o professor colocar os livros na mesa e tudo recomeçar. Ignore o estres e a responsabilidade pelo menos no primeiro dia...

Ouça a playlist abaixo para voltar com tudo para as aulas:


1- Cher Lloyd - Oath ft. Becky G
2- Jessie J - Who's Laughing Now
3- Iggy Azalea, ft. Charli XCX- Fancy
4- Hilary Duff - Chasing the Sun
5- Taylor Swift - The Story Of Us
6- Willow Smith - Whip My Hair
7- Avril Lavigne - The Best Damn Thing
8- Chris Brwon - Kiss Kiss
9- Charli XCX - Break The Rules
10-Taylor Swift - Everything Has Changed ft. Ed Sheeran
11- Pink Floyd- Another Brick In Wall
12- MIlton Nascimento - Coração de Estudante
13- Taylor Swift- Fifteen
14- O Trono do Estudar (Composição: Dani Black)
15- Stressed Out - Twenty One Pilots

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Playlist: Minha vida fora de serie- 1 temporada, da Paula Pimenta


Antes de ler este livro eu não gostava de ler. Depois adquiri um grande amor pela leitura e não parei mais. A Priscila é como qualquer adolescente conhecendo o mundo e encarando novos desafios, na época tinha a mesma idade da personagem no livro e aquilo mexeu comigo. Os livros da Paula Pimenta são mágicos e nos fazer entrar dentro da historia como fossemos amigos dos personagens. Obrigada Paulo por fazer tantas meninas e meninos adquirirem gosto pela leitura através de suas palavras.

Ouçam as musicas mencionadas durante o livro com algumas frases mencionadas:

1-Maybe I'm Amazed- Paul McCartney


Maybe I'm afraid of the way I love you
Maybe I'm amazed at the way you pulled me out of time
And hung me on line
Maybe I'm amazed at the way I really need you...

Talvez eu tenha medo do modo como eu te amo
Talvez eu esteja surpresa pelo modo como você me conquistou com tempo
E me prendeu
Talvez eu esteja surpresa de como eu realmente preciso de você...

2-Uptown Girl- Billy Joel


Uptown girl
You know I can't afford to buy her pearls
But maybe someday when my ship comes in
She'll understand what kind of guy I've been
And then I'll win
And when she's walking
She's looking so fine
And when she's talking
She'll say that she's mine

Garota de luxo
Você sabe que não posso lhe comprar pérolas
Mas talvez, um dia, quando minha sorte chegar
Ela entenderá o tipo de cara que eu sou
E então eu a conquistarei

E quando ela caminha
Ela é tão linda
E quando ela falar
Dirá que é minha

3-Bizarre Love Triangle- New Order


I feel fine and I feel good
I'm feel like I never should
Whenever I get this way
I just don't know what to say
Why can't we be ourselves like we were yesterday...

Eu me sinto bem,
eu me sinto bem como não deveria me sentir
E quando eu fico assim,
eu simplesmente não sei o que dizer
Porque não podemos ser nós mesmos
como eramos ontem?

4-Educação Sentimental- Leoni


Eu ando tão nervoso pra te escrever
Os versos mais profundos
Eu roço no seu braço e passo sem mexer
Feliz por um segundo
É sempre a mesma cena
Só te ver no corredor
Esqueço do meu texto
Eu fracasso como ator...

5-Luz dos olhos-Cássia Eller


Eu te amo, eu te peço,vem,
Diga que você me quer
Porque eu te quero também...

6-Sem tempo a perder- Luciana Mello


O menino mais bonito que me apareceu
Você me olha desse jeito
E eu me sinto tao sem jeito
Vem brincar de amor comigo
Vem correndo dar um beijo
Teu desejo é o meu desejo e então
Fugir, pra que?

Ps: ainda devo uma resenha

terça-feira, 20 de junho de 2017

Playlist: Livro "De Volta aos Sonhos", da Bruna Vieira


A primeira serie de livros da Bruna Vieira, "Meu primeiro blog", já tem dois livros, o "De volta aos 15" e "De Volta aos sonhos", cheio de emoção, viagens e musicas incríveis da Bruna.

O lançamento deste livro foi justamente na Bienal do Livro de São Paulo, no meu aniversario de 16 anos. A historia em si, é a continuação da aventura apaixonante de Anita atras de Henrique em Paris, França, com varias viagens no tempo na epoca da faculdade e sonhos realizados (clique para ver a resenha)

Há algum tempo, anos para ser sincera, fiz uma playlist das musicas do primeiro livro e porque não também fazer do segundo.

Musicas Citados no livro:

1- Velha Infância- Tribalistas
2- Away from the sun- 3 doors down
3- Move on- Jet
4- A Lack of Color - Death Cab for Cutie
5- Anyone Else but you- the moldy peaches
6- The Last Time- Taylor Swift
7- Somebody that I Used to Know - Gotye

Playlist:

1-You could be happy- Snow Patrol
2- All I want- Kodaline
3- So Jealous- Lisa Mitchell
4- Fire- Augustana
5- Time moves slow- Aqualung
6- Wonderful unknown- Ingrid Michaelson
7- Shout- Ross Copperman
8- Poison e Wine- The Civil Wars
9- Chances- Five for Fighting
10- Between the Raindrops- Lifehouse
11- Rain city- Turin Brakes
12- Open your eyes- Lee DeeWyze
13- Let her go- Passenger

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Estude historia vendo Porta dos Fundos

Um modo incrível de estudar é vendo vídeo aula, mas um modo de fixar a matéria de historia pode ser vendo Porta dos Fundos. O canal faz muitas criticas a situação atual e a historia, pois não podemos falar da atualidade sem discutir sobre o passado e os dois se interligam.

Não torne uma matéria prolongada e exaustivo, sempre procure um modo divertido de aprender e sem um esforço enorme. Aproveite agora mesmo para estudar dando boas risadas com o Porta dos Fundos:


- Criação                                                            - Humanidade 
- Romanos                                                         - Ceia 
- Ressurreição                                                   - 10 Mandamentos 
- Michelangelo                                                   - Colonizado
- Descobrimento                                                - Pedro Vaz                                                    
- Deus                                                                - Moda 
- Arte cubista 

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Resenha: Historias de Sherlock Holmes, um adeus ao heroi


A cada pagina lida foi como uma dor no coração, durante as ferias ficava em casa lendo as grandes observações e deduções do melhor detetive de todos. Agora digo adeus a melhor saga de todas e ao grande escritor sir. Arthur Conan Doyle.

Antes de começar o livro, Conan agradece a todos os leitores por acompanharem as aventuras de Holmes e diz ser o ultimo livro do detetive. Sherlock, segundo ele, não estava dando liberdade para explorar sua carreira literária e reuniu neste livro todos os contos que havia escrito extras durante todos os anos. Realmente foi o último livro, a publicação foi em 1927 e sua morte em 1930. Uma pena não ter conseguido realizar o desejo, mas publicou outros livros além de Sherlock Holmes.

Pela primeira vez, Sherlock narrou 2 aventuras, onde não envolve seu amigo Watson e diz ser um exagero o modo como o amigo narra as historias de modo épico. Holmes narra "A aventura da juba do leão" e "A aventura do soldado descorado" de modo calculista, sem dar detalhes da sua grande mente e tratando os fatos como óbvios. Primeira mencionada, é a única historia após a aposentadoria de Holmes e a única que vê o assassinato ocorrer na sua frente. Conan deveria ter explorada este lado de Holmes nos outros livros de contos.

Houve contos com finais inesperados, como a visita do "A aventura do cliente ilustre", homem violento e monstruoso faz mulheres se apaixonarem por ele, mas uma delas deseja vingança e "A aventura de Shoscomr Old Place", Holmes deixa os fatos um tanto óbvios durante a narrativa, historia de uma irmão ambicioso, uma irma doente, cavalos de corrida e o infeliz do irmão acaba se dando bem no final... droga!

Há alguns contos com vestígios de "O cão de Bestiville", como "A aventura do vampiro de Sussex",pensamos que pela primeira vez veríamos um caso sobrenatural, mas nosso detetive consegue encontrar algo real e encontramos um amigo de Watson; "A aventura do negro aposentado" vemos Watson na linha de observação como no cão e pela primeira vez um cliente negro com fatos ciumentos.

Os meus favoritos foram: "A aventura das 3 cumeeiras" irmãos ficaram loucos misteriosamente enquanto uma morreu e o único irmão que sobreviveu acabou morto no final, qual a explicação? Um final amoroso e ilustre; "A aventura da pedra de marfim" volta Billy amigo que apresentou Sherlock e Watson para o caso do sumiço da pedra de marfim da coroa da rainha e por ultimo mais não menos importante "As aventuras dos 3 Garridebs", um homem diz que se achar 3 homens chamados Garridebs ficariam ricos, na verdade o interesse não era nos homens... mas na casa de um deles (parecido com o conto do Barba Ruiva).

Adeus caro detetive, sentirei saudades dos momentos de grandes aventuras dentro do quarto e poder conhecer toda Londres sentada no tapete. Leiam todos os livros!

domingo, 23 de abril de 2017

Westworld, uma serie para sair da toca de Alice


Uma reescritura atual e utópica de Freud, um lugar onde não há o certo e o errado, para nos fazer refletir sobre a própria existência e nos levar ao fundo do subconsciente. Por fim fazer a pergunta mais difícil, quem realmente somos?

A serie se passa em um território criado para parecer o velho oeste dos filmes antigos, com tiros, muita bebida, muitas aventuras, mulheres lindas e o clichê maniqueísta (bem e mal). Todos os personagens da cidade são robôs parecidos com humanos, com cotidiano narrativo (sempre a mesma historia) e programados a seguirem uma determinada função. De repente alguns robôs começam a criar consciência e agir diferente da narrativa. 

Esta cidade recebe hospedes humanos, os ricos que podem pagar, uma especie de diversão temporária e acabam se envolvendo. Porém os robôs não podem machucar os hospedes, só interagir conforme o roteiro e o hospede escolhe a aventura que vai seguir. Os hospedes passam um tempo nesta cidade para descobrir quem realmente são. 

Por trás do cenário perfeito da cidade, começa a desvendar as falcatruas e sacrifícios feitos que ficaram escondidos por mais de 35 anos para construir aquela cidade. Há hierarquia de poder, roubo de informação e será que todos os funcionários são humanos?

Fora a sinopse, a serie trabalho com o psicológico e auto afirmação de identidade. Trabalha com o fato dos seus medos de historias do passado redefine o caráter de cada individuo e como usar o medo para mascarar a verdade que queremos esconder. O medo da verdade nos amaldiçoa e nos transforma, da mesma forma que o amor, que mostra quem realmente somos e nos destrói se não conseguir lidar.

Apesar dos fatos, tudo é um sonho, o medo, o amor e o arrependimento, quando acorda e olha o próprio reflexo consegue ver quem realmente é não importando mais nada. Como agir depois que consegue responder a pergunta no inicio da matéria nos define. Será que consegue responder, quem você é?

Veja a serie, de modo critico, se impressione e veja um outro mundo.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Viajem a Floripa- Dia 2: Terraza

Festa a fantasia, a mais esperada. Antes da viajem tinha o costume de chama-la de Tereza, achava mais convidativo como fosse uma amiga querida ou algo assim.

Estávamos todos prontos e lindos na porta do hotel. Nos reunimos e tiramos varias fotos. Mascotinha já no 2 dia já era a nossa bestfriend e estava linda demais de Minnie. Ps: dava vontade de aperta-la as vezes de tão fofa. Saudades

Petra estava de anjo negro, Bia de chapeuzinho vermelho, Malu de pirata, Lorrana de marinheira, eu de Esmeralda do Corcunda de Notre Dame, Mayara de não lembro o nome (estava linda demais) , Giovanna de estudante, Marcello de turista e Lucas de Fred. Naquele dia, Pedro não quis ir a festa e ficou no hotel :(

As fantasias de todos estavam muito criativas e originais. Havia alguns que combinaram todas as amigas iguais, como as lideres de torcida e também havia fantasias repetidas. Na fila para o ônibus descobri algo novo da Malu, o desejo de sempre ser original e não usar a mesma roupa que todos, desde então não sabia daquilo e contei que havia outra pessoa com a mesma fantasia de pirata. Sem querer deixei a Malu magoada, mas começamos a conversar com todos vestidos de pirata na fila e as meninas conseguiram anima-la. Acontece, marinheiro, pirata, policial e chapeuzinho vermelho são as fantasias mais encontradas no ramo feminino.

No ônibus sentei ao lado da Beatriz, uma garota que havia ido sozinha para a viajem sem ninguém conhecido, estava de chapeuzinho vermelho e era morena. Tentei ser amiga dela na viajem, depois daquela noite nos falamos outra vez na mesma situação, mas quando nos avistávamos no hotel não nos falávamos e nem um cumprimento.

Ao chegarmos ficamos maravilhados com o local, todo aberto e com design sofisticado e leve. Andamos por um corredor arejado com uma tenda encima, até um painel xadrez preto e branco escrito Terraza em todos os quadradinho e conseguíamos ver a balada. Era uma grande caixa sem a parede esquerda, onde havia uma varanda com mesas ou o lugar onde os "casais" de beijavam. O bar ficava na ponta da entrada e o DJ na outra ponta. Havia algumas cadeiras com mesas interditadas no lado direito. Consegue visualizar o local? Andamos por todo o espaço e ficara difícil visualizar a noite caso não entenda.

Estava totalmente locado, andamos pela pista até ficar perto do DJ e de repente encontrei a Ana e a Gabi durante o caminho. Fiquei com elas naquele momento em diante, mas caso acontecesse alguma coisa avistei que o pessoal estava mais a frente e fiquei tranquila. Gabi estava de Mario versão mulher ou afeminado e a Ana de Minnie, estavam lindas e curtindo ao máximo.

A Bia do ônibus ficou conosco, dançamos adoidado e meio conversando de modo que não atrapalhava a dança. As duas tinham uma sintonia muito legal quando dançavam e faziam passos parecidos de modo inovador parecendo que haviam inventado. Durante o tempo com elas tentei aprender algum dos passos, mas não consegui nada era um jeito especialmente único. Era como um sinal de amigas.

No começo só tocou eletrônica, depois de um tempo tocou musicas um pouco mórbidas e fomos para o final da balada na frente do bar, onde havia bancos proibidos de sentar mais ficamos na quina e no chão. Ana e Bia estavam de salto e sentaram junto com varias garotas. Enquanto houve uma troca do DJ eletrônica para o DJ do funk, fiquei dançando com a Gabi, mas quando começou a tocar 'Malandramente' e outros, Ana se levantava e botava para quebrar com seu gingado.

Enquanto uma dançava outra guardava o lugar na madeira ou todas dançavam e depois tentávamos sentar. Pastilha apareceu com a câmera e tirou fotos nossas sentadas todas juntas. Além da foto do trio de Arlequinas que estavam perfeitamente fantasiadas com a roupa do filme. Uma das fotos foi tirada pelo celular da Forma, pegava os nossos dados pelo código da pulseira para mandar o link por SMS.

Antes de voltar para a pista, o bar estava vazio e aproveitei para pegar o copão com vodca, suco de abacaxi e mais algo. Todos da festa estavam com aqueles copos grandes do tamanho do braço e havia varias cores rosa, amarelo, vermelho, verde e outras. Paguei R$35 e peguei o vermelho. Voltamos para o lugar que estávamos, mas ainda acompanhava o pessoal através da roupa laranja e altura do Lucas, não chegava a ser tão grande deve ter 1,80 no máximo, não queria perde-los de vista. Houve um erro: eu sabia onde estávamos, mas eles não sabiam onde estava. Acontece, estava me divertindo demais e não pensei.

Tocava funk, não gosto, mas requebramos nos 4 na pista, já estava com mais estaço devido as pessoas iam embora. Estava incrível, até beber demais o conteúdo do copo, acabar tropeçando no chão, quebrando o copo e derrubando o pouco que sobrava. Naquele momento já estava um pouco zonza, mas conseguia andar bem e fomos no banheiro.

O banheiro totalmente branco e grande, havia no centro encostado na parece um sofá, a cada lado varias pias e na frente do sofá 2 fileiras de sanitários. Varias meninas estavam no banheiro e o sofá estava lotado. Decidimos ir embora, quando sai do banheiro a Bia e a Malu estavam sentadas no banco na frente do banheiro e viram que já estava andando meio torta. Sorte, naquele momento iria procura-los para avisar e não precisei.

Fique claro, não houve PT, fui para o ônibus consciente sem ajuda, ainda tive de comprar o cartão do quarto e subi pela escada. No dia seguinte não senti nenhuma ressaca, sorte!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...